fbpx

Conteúdo, o extraordinário é demais

.

Antes que você questione o título eu explico:

significado da palavra extraordinário

Veja esta imagem, resultado de uma pesquisa feita pela Domo, mostrando o que acontece nas redes sociais em termos de dados gerados, por minuto no mundo inteiro. Veja abaixo que números impressionantes (imagem clicável para a pesquisa no site da Domo).

pesquisa da Domo sobre volume de dados na internet

É incrível como produzimos conteúdo no mundo de hoje. Independente do formato, há um crescimento exponencial. É impossível acompanhar tudo o que acontece no mundo hoje.

Isso forma um paradoxo: há conteúdo sendo gerado, ou seja, informação sobre qualquer assunto disponível na palma da mão, mas acaba se tornando às vezes difícil encontrar o conteúdo que se procura, devido às enxurradas de conteúdo que temos acesso a cada minuto.

Há redes em que há hoje mais produção de conteúdo que consumo dele. Veja abaixo (imagem clicável para a pesquisa completa, da Rock Content):

Com esse crescimento exponencial da produção de conteúdo, vejo dois problemas: primeiro, é muito difícil fazer uma curadoria de conteúdo e em segundo: há muito conteúdo bom a consumir, muito conteúdo de baixa qualidade também ganha espaço e essa alta dosagem, acaba provocando uma “overdose” em muitas pessoas que cada vez mais consomem conteúdo mas não o colocam em prática porquê vão sempre de conteúdo em conteúdo buscando sempre mais um pedaço de informação para transformar em ação, uma jornada sem fim.

Toda essa produção de conteúdo acontece devido a uma grande mudança no mercado publicitário.

Antes, as empresas brigavam por espaço, quem tinha mais comercial na TV, nos jornais, revistas, outdoors e até a panfletagem. Hoje, a briga maior das empresas, é pela sua atenção.

Eu trabalho com produção de conteúdo e nesse mercado entendemos que quanto mais e melhor conteúdo produzido, mais a marca (seja uma empresa ou uma pessoa) estará presente na vida do consumidor.

Mas como trabalho com produção de conteúdo e em outro projeto com educação para empreendedores, tenho conversado muito com pessoas que estão hoje tentando tirar ideias do papel, empreendedores iniciantes e vejo como às vezes o excesso de conteúdo tem atrapalhado na execução de ações concretas.

É como um ciclo vicioso. A pessoa consome um conteúdo, aprende algo, mas depois vai ler outro conteúdo para comparar as informações ou mesmo para complementar as informações e assim entra no ciclo da inércia. Cara, o melhor conteúdo é a prática! Não adianta se encher de informação e não dar o próximo passo, ou consumir informações que sempre vão pedir que você consuma outro conteúdo complementar.

Neste artigo quero te ajudar a vencer essa barreira do consumo e passar para a ação. Vou listar algumas coisas que faço que me ajudam e podem te ajudar também.

Dicas para consumo de conteúdo

  • Leia livros físicos, a menos que você tenha um Kindle ou Lev (Saraiva) – Ler pelo celular ou computador pode ser uma roubada para você que não resiste ao Google ou às redes sociais. Geralmente leio livros físicos, gosto de marcar expressões com marcadores de cores diferentes sinalizando para que aquilo será usado depois, além de deixar o celular em silencioso para não me desconcentrar da leitura, mas isso também pode ser feito com um leitor digital, só não use o celular haha.
  • Pare de baixar todo material gratuito que você encontra pela internet – você sabe, sempre vai ter que deixar o e-mail para baixar algo, e a partir dali você recebe mais inúmeros materiais que vão entrar na sua lista de “atividades para depois”, aquelas leituras e/ou atividades que você vai salvando, acumulando pra quando tiver tempo, e nunca tem tempo e fica sempre com aquele compromisso na mente que te faz parecer que não está alcançando seus objetivos porquê não fez. Aqui você precisa focar no que quer consumir e só baixar aquilo que realmente vá te dar a informação que precisa.
  • Não assine todas as newsletters do mundo – Exagerei, mas quis dizer que se você se interessa por Marketing de Conteúdo, não precisa assinar todas as newsletters de todo mundo que fala sobre esse assunto. Mais uma vez entra em jogo o FOCO. Escolha pessoas ou empresas com quem você se identifica, que produzem coisas parecidas com o que você quer produzir, não assine uma newsletter porquê o cara/empresa produziu uma coisa legal e você vai assinar para quando ele produzir outra coisa que te interessa de verdade você consumir, assim você só vai lotar seus e-mails (conheça as 9 newsletters recomendadas pelo Matheus de Souza nesse link).
  • Acesse resumos de livros – Eu uso para isso hoje o ResumoCast, mas já usei o 12 minutos que é muito bom também. No Youtube tem diversos canais que fazem resumos de livros gratuitamente, essa semana descobri num post da Laís Vargas o PipeLearn que faz de forma gráfica uma micro aula sobre o livro.
  • Leia livros de forma aleatória – geralmente quando a gente começa a ler um livro, parece um crime se parar de ler antes de terminar, né? Na minha estante tenho livros de diversas áreas, desde história até teologia, desde marketing até espiritualidade. Sempre que estou produzindo algo, seja uma palestra, um artigo, ou quero estudar alguma coisa, pego um livro que fale sobre aquilo que preciso naquele momento e ao alcançar o objetivo, termino a leitura. Não se esqueça que também aprendemos no modo Difuso (mas isso é assunto para outro artigo).

Dadas as minhas dicas, gostaria de compartilhar com você, nomes de pessoas que acompanho e tenho em minha rede no LinkedIn e que produzem conteúdos excepcionais que você precisa acompanhar para sair do ciclo da inércia e se tornar um fazedor.

Citarei aqui apenas pessoas que tenho como conexões de primeiro grau na rede e citarei pelo menos um projeto ou conteúdo da pessoa que tenha me impactado. Então vamos lá!

  1. Gustavo Caetano – Livro Pense Simples / Entrevista à revista Mindset Exponencial.
  2. Matheus de Sousa – Curso de Produção de Conteúdo para LinkedIn, além de artigos todas as terças-feiras.
  3. Kaio Serrate – Livro Trabalhe Melhor / Blog LabFazedores.
  4. Renan Tuci Ubeda – Canal Digitalizando.
  5. Vitor Torres – Sempre artigos e posts com a prática dele como empreendedor e fomentando o empreendedorismo / Entrevista à revista Mindset Exponencial.
  6. José Nascimento – Um mestre no quesito gestão, vez por outra transforma o conhecimento de livros que lê em pílulas de conteúdo no LinkedIn e apresenta o #TOPDEGESTÃO.
  7. Murilo Gun Keep Learning SchoolEntrevista à revista Mindset Exponencial
  8. Rafael Torales – Officeless, movimento de fomento ao trabalho remoto que facilita o entendimento e implementação deste para empresas do século XXI.
  9. Candice Pascoal – Kickante / Livro Seu Sonho tem Futuro

Bom, essas são pessoas com quem já tive a grata oportunidade e honra de ter conversado ou feito algo junto e ter sido impactado pelo conteúdo que a pessoa produz de alguma forma. Espero que seguir essas pessoas te ajude tanto quanto me ajuda.

Meu objetivo nesse texto não foi dar regras de ouro ou a lista dos melhores produtores de conteúdo que existem. Foi apenas compartilhar com você algumas coisas que faço e me ajudam a lidar com o consumo de conteúdo e claro, fazer uma pequena lista com empreendedores e produtores de conteúdo que são diferenciados e vale à pena acompanhar, independente da área em que atuam.

Não estou falando que você precisa seguir eles, que precisa fazer aquilo que faço, mas fazer isso, me ajuda a gerenciar o conteúdo que consumo, produzir conteúdo e ajudar no desenvolvimento de pessoas, ideias e negócios.

Gostou deste artigo? Deixe seu comentário, marque alguém que também vai gostar e vamos trocar ideias e experiências!

Compartilhe nas redes sociais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram

Publicações recentes

Lourenço Silva

Missionário da Comunidade Obra de Maria, casado e pai de 3 filhos.

Na Obra de Maria desde 2005, atuo em diversas frentes formativas, de espiritualidade, vida missionária, liderança de equipes e trabalho social. 

Profissionalmente atuei por anos como profissional de marketing de conteúdo, copywriter e ghost writer, tendo escrito textos para Rock Content, Contentools, Venngage, Acountech e diversas outras empresas e profissionais, além de ter sido head de conteúdo do Mindset Exponencial e editor-chefe da revista homônima ao grupo.

Na internet, além de integrar a equipe de Marketing da Comunidade Obra de Maria, produzo conteúdo sobre Espiritualidade, Marketing e Comunicação para Cristãos.

Lourenço Silva © Todos direitos reservados.